Acabamentos, Destaque, Dicas e tutoriais, Produtos

Os 3 papéis mais utilizados e suas principais características

tipos-de-papeis

Dominar as técnicas gráficas não se resume apenas a conhecer a linguagem específica, entender de tipografia ou escala de cores. Um ponto muito importante no processo final, e por vezes esquecido, é a escolha do papel ideal para hospedar o conteúdo do seu material. Nesse post, você vai conhecer os três tipos mais comuns nas gráficas e suas utilidades.

Couchê: por conta da sua qualidade e custo x benefício, é um dos mais utilizados. Perfeito para cartazes, flyers, folders e panfletos, o papel couchê possui duas variações, o fosco e o brilhoso. Ambos possuem o mesmo custo, mas apresentam resultados finais um pouco diferentes: o fosco absorve a luz e, como consequência, apresenta cores menos vivas, porém mais agradáveis ao olho humano. Já o couchê brilho reflete a luz, o que, por sua vez, possibilita o material apresentar cores mais “ vivas” (o material fica mais colorido!) e mais brilhantes, porém um pouco mais desagradáveis ao olhar humano.

Reciclato: papel reciclado de boa qualidade e textura única. Ideal para quem busca um aspecto diferenciado para cartões de visitas, papel timbrado, pastas e diversos outros itens de papelaria.

Supremo: comparado aos anteriores, o supremo é um tipo de papel cartão que apresenta maior qualidade, sendo o mais recomendado para quem procura excelência na impressão. Esse modelo possui superfície semi brilhosa e extremamente lisa, além de alta capacidade de absorção. Normalmente, a escolha pelo supremo se dá para a produção de cartões de visita, pastas, marcadores de página, encartes de CD e DVD e tags.

Seja qual for a sua demanda, a Papira dispõe de uma infinidade de produtos com materiais de qualidade. Peça já o seu orçamento e confira nossas formas de pagamento. Para os pedidos acima de R$100,00 o frete é grátis!

AnteriorPróximo