Dicas e tutoriais

10 dicas para criar flyers profissionais: fontes, cores, formatos e muito mais!

como-criar-um-flyer

Sua missão é aprender como criar um flyer com cara profissional para divulgar seu negócio ou aquela promoção incrível, mas não sabe por onde começar? Existem diversos formatos e maneiras de distribuir conteúdo que precisam ser consideradas ao iniciar o processo de criação, além de outras dicas que podem apontar o melhor caminho para você ter sucesso na hora de criar.

Mas, fique tranquilo! Criar um um flyer pode ser mais fácil do que você imagina. Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a não esquecer nenhum ponto importante e a colocar a sua ideia em prática!

 

1. Defina o objetivo e as necessidades

Qual o objetivo do seu flyer? Passar alguma informação turística, divulgar uma festa ou mostrar a planta de um novo empreendimento? Independente de qual seja, é importante entendê-lo para que seja possível escolher a melhor maneira de transmitir as informações.

Entender suas necessidades é o primeiro passo para definir diversas outras questões, como cores, formato, tamanho e imagens. Dessa forma você já consegue afunilar mais as opções e não perder o foco na hora de atingir o público que deseja.

 

como-criar-um-flyer-festacomo-criar-um-flyer-imobiliaria

@Pinterest

 

 

2. Fique de olho nas tendências

Ao avaliar suas necessidades, é muito importante estar por dentro das tendências do mercado. Às vezes temos um estilo de flyer na cabeça que já está bastante ultrapassado, ou não temos a mínima ideia do que está rolando por aí, não é mesmo?

Busque modelos que te agradam e que condizem com a ideia que pretende passar ao público. Você quer focar em pessoas mais jovens ou na terceira idade? Isso dirá muito sobre o estilo que seria interessante você adotar ao criar o flyer.

Uma dica bastante que serve para diversos públicos é apostar em formas geométricas, seja para dar destaque ou trazer mais estilo. Elementos geométricos nunca saem de moda, e podem servir para organizar as informações na página, dar destaque e personalidade.

Veja abaixo alguns exemplos do uso de formas geométricas em flyers:

como-criar-um-flyer-festival como-criar-um-flyer-festival-indie

@Pinterest

 

3. Formato e tamanho

Criar um flyer envolve detalhes que podem fazer toda a diferença na forma como o público consome a informação. O formato e o tamanho impactam diretamente neste ponto, tendo em vista que um flyer de uma página frente e verso terá um objetivo totalmente diferente de um folder em A4 dobrado em 3 partes.

Se a sua intenção é colocar dados importantes, falar sobre conscientização ou até mesmo trazer uma quantidade maior de informações, seria interessante optar por um formato de folder. Assim a pessoa segue um fluxo de leitura e tem ideia do que esperar ao receber esse tipo de material.

Se você quer divulgar uma promoção ou um produto, flyers simples de uma página e que não são muito grandes tem mais chances de serem notados. Ali você vai mais direto ao ponto e tenta chamar a atenção pelos elementos gráficos.

Os tamanhos podem variar muito, portanto isso vai depender da quantidade e do tipo de informação que você precisa colocar. Avalie a importância dos elementos gráficos e das cores e como elas podem ser trabalhadas.

Flyers de divulgação de empreendimentos, por exemplo, geralmente acabam sendo maiores por conta da valorização da imagem da planta. Uma loja de cupcakes (como nas imagens abaixo) precisa de apelo visual maior e isso pode fazer seu tamanho variar dependendo da quantidade de informações que farão parte da arte.

 

como-criar-um-flyer-restaurante como-criar-um-flyer-loja-cupcake

Folder // @Pinterest                                                                                                        Flyer // @Pinterest

 

 

4. Conteúdo direto e atrativo

A função principal de um flyer é divulgar e informar, certo? Isso significa que uma atenção ao design e à distribuição desse conteúdo é valiosa. Você pode ter bastante informação para colocar no seu flyer, mas isso não significa que ficará algo monótono consumir. Use o design para torná-lo atrativo e distribuí-lo da melhor maneira!

Vá direto ao ponto importante do que precisa divulgar e tente eliminar o máximo de informações desnecessárias. Quando já tiver exatamente o que precisa ser colocado, tente encaixá-las na página de uma maneira que sigam um fluxo de leitura e um padrão estético.

Lembre-se de que criar um flyer é uma estratégia que não é de certa forma personalizada, ou seja, você não terá certeza se estará atingindo as pessoas certas avaliando seus reais gostos e necessidades. Ou seja, é preciso encontrar uma linguagem padrão que possa criar identificação por parte  do maior número de pessoas e chamar a atenção para que leiam o restante das informações.

De nada adianta você escrever um texto gigante e completo sobre sua promoção, se o objetivo é focar na geração Z. Seja direto e atraia por meio de imagens que conversem com o conteúdo e que complementam as informações!

 

como-criar-um-flyer-festa-social como-criar-um-flyer-show

@Pinterest

 

5. Hierarquia das informações

Ainda falando de conteúdo, ter noções sobre hierarquia das informações é um ponto indispensável ao criar um flyer. Por hierarquia das informações entende-se separá-las por ordem de importância e, por meio do design, dar esse significado à elas com o uso correto de fontes, alinhamento e contraste.

Resumidamente, você precisará saber como organizar o conteúdo no layout. A ideia pode parecer simples, mas na verdade é necessário conectar as informações de maneira que se relacionem direta ou indiretamente.

Um exemplo básico é quando colocamos um título com fonte diferenciada, em negrito e com tamanho maior do que o resto do texto. Isso significa que ele é o elemento principal na atração do usuário e que dará sentido à todo o resto do flyer.

Para conectar o texto com esse título, você precisará definir um alinhamento e seguí-lo em todo o documento, condicionando o usuário a seguir o fluxo correto das informações e não ficar confuso.

O mesmo acontece com o uso do contraste. Sua utilização tem como principal objetivo chamar a atenção para alguns elementos importantes do layout, seja por meio de cores ou fontes, por exemplo.

Então, para criar um flyer com cara profissional é muito importante saber organizar as informações de forma que façam sentido para o leitor e por isso a hierarquia das informações é um princípio indispensável neste processo.

 

6. Fontes

Como mencionado acima, podemos usar as fontes como uma maneira de dar contraste. A questão é que precisamos ter bastante cautela na hora de escolher qual o estilo dessa fonte e a quantidade de estilos diferentes que colocaremos em um mesmo layout.

O recomendável é escolher no máximo duas fontes diferentes para que não fique um layout sem nexo. Opte por fontes de estilos diferentes e defina um padrão para textos e títulos, ou até mesmo utilize apenas uma fonte que tenha mais de uma variação.

Este é um elemento bastante importante para criar um flyer profissional, portanto pesquise novos tipos e não se limite apenas aos mais comuns. Lembre-se de que a fonte é uma das responsáveis pela atração e identificação!

 

7. Cores

Ter os objetivos do seu flyer bem definidos vão ajudar muito nesta etapa de criação. Pesquise sobre a psicologia das cores e entenda qual o seu impacto na percepção dos usuários e também quais têm mais relação com a sua área de atuação.

De nada adianta você misturar várias cores que gosta sem antes ter analisado quais delas realmente combinam. Para ajudar você na busca por uma paleta de cores interessante, uma ideia é montar e exportar paletas gratuitamente em sites como o Coolors e o Adobe Color CC. Nesses sites você conseguirá visualizar e ter ideias de cores que harmonizam e se completam entre si.

RGB e CMYK: quando usar e qual o correto para impressão?

As cores, assim como as fontes, também são usadas como forma de contraste. Se usadas corretamente e na quantidade certa, podem ser ótimas ferramentas de destaque e de estilo na hora de criar um flyer profissional.

Aposte em ótimas combinações e dê vida ao seu trabalho! As cores são uma parte importantíssima e que não podem ser deixadas de lado em nenhum momento no processo de criação.

 

como-criar-um-flyer-art-show como-criar-um-flyer-evento

@Pinterest

 

8. Imagens

Dependendo do estilo do seu flyer e objetivo, usar imagens pode ser uma forma interessante de atração. Seja para mostrar seu produto ou até mesmo gerar identificação, as imagens têm um grande poder apelativo, portanto usá-las pode ser uma boa maneira de deixar seu layout mais estiloso.

Veja nos exemplos abaixo como as imagens passam sensações e conversam com o conteúdo do layout:

 

como-criar-um-flyer-filme como-criar-um-flyer-fotografia

@Pinterest

 

Se você optar por colocar imagens ao criar seu flyer, lembre-se de buscar imagens de alta qualidade e que sejam preferencialmente de banco de imagens ou próprias. Pegar imagens de motores de busca não é uma boa ideia, a não ser que você coloque os devidos créditos à elas para não ter problemas com direitos autorais.

O Pexels, por exemplo, é um banco de imagens gratuito bem completo e com fotos profissionais e de alta qualidade. Outro site que você pode encontrar imagens, mais especificamente vetores, é o Freepik.

Preste sempre atenção se a sua imagem é grande o suficiente para que ela não fique distorcida ou com qualidade ruim na hora da impressão.

 

9. Material de impressão

Uma parte muito importante dentro do processo de criação do seu flyer é a impressão, o que envolve desde o material até a escolha da gráfica. Veja qual o material que mais se adapta às suas necessidades e à percepção pretendida.

Papéis brilhosos e com uma espessura mais fina são os mais utilizados na impressão de flyers, justamente por darem um tom mais sofisticado do que apenas uma folha sulfite que geralmente é mais sensível e fácil de rasgar.

A escolha do material também impacta diretamente no valor da tiragem, portanto é importante sempre pesquisar o que mais se encaixa no seu orçamento e também o quanto a escolha desse material poderá impactar no valor.

Lembre-se que você está focado em criar um flyer com cara profissional, certo? Por isso, escolher um material bom e imprimí-lo em um gráfica de qualidade dará vida ao seu trabalho.

Que tal pedir um orçamento com diferentes opções de materiais ou até mesmo simular a impressão dos seus flyers? Assim você terá uma ideia do quanto isso impactará no valor para que seja feita a escolha certa!

Por que escolher uma gráfica online?

 

10. Planejar a tiragem

Com dúvidas na hora de definir a quantidade de flyers que deve solicitar à gráfica? Ou não sabe o número exato que deve imprimir para que não falte, mas também não sobre material? Faça um planejamento da sua tiragem para não ser pego desprevenido.

Primeiramente, leve em consideração a duração da sua campanha. Caso ela seja atemporal, onde os flyers poderão ficar disponíveis sem período determinado, você não precisará se preocupar tanto caso faça grandes lotes.

Já em campanhas temporárias e específicas, é preciso que você faça uma estimativa mais próxima da realidade para que você não fique de mãos abanando ou fique com flyers sobrando e sem utilidade.

Para planejar a tiragem dos seus flyers, defina a quantidade de pessoas que pretende atingir com essa campanhas e em quais locais irá distribuí-los. Se forem flyers para algum evento específico da sua empresa, provavelmente você não ficará entregando para qualquer pessoa que passar na frente do local, ou seja, a tiragem poderá ser mais moderada.

Se a ideia é fazer alguma ação em frente de escolas e universidades, por exemplo, provavelmente a quantidade de pessoas que você irá atingir é muito maior, o que impacta diretamente na quantidade de impressões do material.

Assim que você calcular uma média de pessoas que pretende atingir, lembre-se de adicionar uma margem de segurança de 10% no valor. Assim, você não precisará ficar com medo de faltar material durante a sua campanha!

 

O que achou das dicas acima? Está no processo de produção de um flyer e ainda tem mais alguma dúvida? Então escreva sua mensagem para nós aqui nos comentários e, se curtiu o post, compartilhe com aquele seu amigo que também precisa uma ajudinha para fazer um flyer!

AnteriorPróximo