Os principais tipos de papel usados na impressão.

Escrito Por: Gabriela Costa Publicado em: Dicas Data de Criação: 16/08/2021 Acessos: 218 Comentários: 0

Uma das dúvidas mais comuns que notamos no atendimento é sobre qual o melhor tipo de papel para cada item da comunicação. E realmente existe uma variedade enorme de tipos e usos para cada um deles.

Pensando em tornar as coisas mais simples para você, hoje vamos te apresentar os tipos de papel mais usados na gráfica e suas principais indicações.

Os papéis se diferenciam pela grossura e resistência da folha (gramatura), materiais, brilho e porosidade. 

5 tipos de papel para impressão:

APERGAMINHADO

Parece o sulfite, mas com melhor qualidade. Vem em folhas brancas que variam em gramatura, entre 56 e 240g (90 e 120g são os mais comuns). É fosco em ambos os lados. Como não tem nenhum tipo de revestimento absorve melhor a tinta da impressão.

Muito usado em papel timbrado, envelopes, selos, blocos de notas, cartazes, folders, panfletos, miolo de livros e agendas, etc.

COUCHÉ
É liso e seu acabamento, pode ser brilhante ou fosco. Naturalmente mais grosso, sendo bem resistente e duradouro, suas características dão melhor aparência às informações impressas.

RECICLATO
É reciclado, feito com restos de sulfite e apergaminhado. A reciclagem torna essa folha de papel levemente áspera, além de conferir o tom marrom característico desse tipo de papel. É resistente e um pouco mais caro do que o offset comum.

Muito procurado para projetos ecológicos e sustentáveis, aceitando impressão comum.

FOTOGRÁFICO
Próprio para imprimir fotos, garante o brilho e superfície adequados para preservar as imagens. Os tipos desse papel  se diferem pela capacidade de absorção de tinta. O que define a qualidade da imagem impressa, sem muita variação em gramatura.

O próprio brilho desse papel é o diferencial, pois ainda existem as opções glossy e matte, com mais e menos brilho respectivamente.

KRAFT
A aparência é similar ao reciclato, tem um  tom marrom característico da madeira por não passar pelo processo de branqueamento. Por ser resistente, é usado até mesmo para a criação de embalagens, caixas e sacolas. Pode ser tingido e aceita bem impressão e outros processos de acabamento, como refile, laminação e verniz.

 

O tipo de papel é essencial para garantir a qualidade, utilidade e beleza da peça. O design é o segundo ponto importante, utilizando elementos gráficos para atrair o público desejado. 

Curtiu o conteúdo? Fique de olho no nosso blog para mais dicas e aproveite para conhecer nossas soluções e descobrir o melhor papel para sua comunicação visual.

Deixe um comentário

Captcha